Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

TST julga dissídio coletivo e determina encerramento da greve

Na tarde de segunda-feira (21/9), o Tribunal do Superior do Trabalho (TST) de São Paulo julgou o dissídio coletivo ingressado pelos Correios. A corte decidiu que manterá as cláusulas propostas pela empresa, entre elas vale alimentação/refeição, com a inclusão de outras cláusulas de caráter social. O tribunal também determinou a correção salarial em 2,6%.

No dia seguinte, sindicatos que representam os trabalhadores dos Correios decidiram encerrar a greve.

Decisão – Sobre os dias parados, foi decidido que metade do período será descontado em folha e a outra metade será compensada, a fim de beneficiar a sociedade, normalizando o mais rápido possível a entrega de cartas e encomendas.

Assim, o TST também determinou que os trabalhadores que aderiram ao movimento paredista retornem aos seus postos, nesta terça-feira (22), sob pena de multa diária de R$ 100 mil às entidades representativas, em caso de descumprimento.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: