Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

Prefeitos tentam agilizar flexibilização na região; COVID-19, porém, acelera com força na direção contrária

Diante de um quadro que aponta para o maior avanço da COVID-19 na Região Metropolitana do Vale do Paraíba desde o início da Pandemia, prefeitos da RMVale e do Litoral foram ao Governo do Estado reivindicar a aceleração na alteração da classificação da região no Plano São Paulo.

Os prefeitos de São José dos Campos, Taubaté, Jacareí, Ubatuba e São Sebastião levaram ao secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e ao Comitê de Saúde do Estado a reivindicação para que todo o Vale avance à fase 3 (amarela), em que torna-se possível ampliar a liberação de funcionamento de estabelecimentos como bares e restaurantes.

Atualmente, duas sub-regiões do Vale, uma delas que inclui Jacareí, estão na Fase 2 (laranja) e a sub-região que inclui Taubaté está na Fase 1 (vermelha).

Classificação das regiões do Vale ilustrada pelo CODIVAP

Os mandatários questionaram dados utilizados pelo Estado para manter a região na fase laranja na última reclassificação, realizada dia 24/7. Eles sustentaram que, por um erro no sistema de dados do Ministério da Saúde, uma explosão de novos registros teria distorcido a média semanal, o que teria falsamente indicado a manutenção da fase laranja. Para eles já seria possível ajustar a região para a Fase 3 (amarela).

No dia seguinte à reunião, contudo, durante entrevista coletiva transmitida ao vivo, o próprio secretario Vinholi rechaçou o erro apontado pelos prefeitos, afirmando que os dados que chegam ao Estado são analisados. Ele salientou, ainda, que a região registra crescimento de casos e óbitos por COVID-19.

“É importante esclarecer que o Vale do Paraíba teve um crescimento de casos na semana passada, mas também um crescimento de óbito. 17% de casos e 20% de óbitos, que manteve a região na fase laranja por uma questão de saúde pública”, disse o Secretário.

Números registrados durante esta semana também confirmam que a explosão de novos casos é uma tendência consistente, e permitem acreditar que está para iniciar o pior estágio da Pandemia do COVID-19 na região.

Só Jacareí acumulou mais de 1500 casos contaminados na cidade, com a média de casos diários saltado de 28,80 no dia 28 para 34,93 novos casos por dia no dia 29 (cálculo dos últimos 15 dias). O número de casos acumulados em 7 dias também saltou após o dia da reunião dos prefeitos, de 270 para 371 – o maior salto de novos casos em um dia desde o início da Pandemia – chegando a 382 no dia 30/7.

O número de casos ativos, contudo, segue estável há vários dias, em torno dos 250 casos em tratamento, com o número de hospitalizados abaixo de 31. O número de óbitos por COVID-19 teve um incremento sensível nos últimos dias, chegando a 72 (30/7) e acumulando, pela primeira vez, 13 mortes em 7 dias em decorrência da doença.

Foram registrados 111 novos casos contaminados em Jacareí no dia 29

Acompanhe aqui os dados compilados pelo Semanário sobre a Pandemia de COVID-19 em Jacareí

São Paulo vai fechando o mês de julho batendo um recorde trágico, com mais de 520 mil casos da doença, com mais de 22 mil mortes desde o início da pandemia. Só o Vale teve mais de 17 mil casos, sendo cerca de 10 mil novos casos só no mês de julho. O Brasil ultrapassa o número de 90 mil mortos por COVID-19.

O cenário inspira preocupação e a recomandação mais prudente segue sendo evitar ao máximo aglomerações e seguir os protocolos de proteção e higiene eficientes para a contenção da contaminação do novo Coronavírus, entre elas, utilizar máscaras de pano para sair de casa, lavar bem as mãos com água e sabão, utilizar álcool em gel e manter o distanciamento social.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: