Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

Nova norma sobre rótulos traz mudança na apresentação das informações

A diretoria da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou no início de outubro a nova norma sobre rótulo nutricional, que traz a adoção das informações na frente da embalagem.

As empresas terão 24 meses para se adaptarem às novas regras, a partir de sua publicação no Diário Oficial da União. O novo rótulo traz um design de lupa para identificar no alto da embalagem três nutrientes: açúcares adicionados, gorduras saturadas e sódio.

O médico oncologista Ramon Andrade de Mello, professor da disciplina de oncologia clínica da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), da Uninove e da Escola de Medicina da Universidade do Algarve (Portugal), ressalta que as novas regras ajudam o consumidor a evitar alimentos que podem contribuir para o surgimento de doenças como o câncer: “A alimentação é a base de uma vida saudável. Quanto mais temos informações sobre o que consumimos, melhores serão as escolhas”.

O professor da Unifesp lembra que a rotulagem dos produtos alimentícios permite ao consumidor evitar o sobrepeso, um dos fatores de risco de câncer: “aproximadamente 30% dos tumores oncológicos estão relacionados à obesidade”.

O câncer de estômago é outra doença que está diretamente relacionada à alimentação. “Cada vez mais comum entre os mais jovens, muito provavelmente relacionado ao estilo de vida e consumo de alimentos dessa geração, esse tumor é considerado um dos mais agressivos”, alerta o oncologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

O médico orienta que o consumo de alimentos com excesso de sal, gorduras, condimentos, conservantes e itens defumados deve ser evitado, assim como o álcool e o tabagismo: “A escolha de alimentos in natura e exercícios físicos regulares podem fazer uma grande diferença na melhoria da saúde e ajudar a evitar os tumores oncológicos relacionados à alimentação”.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: