Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

“Meu pé de laranja lima” de José Mauro de Vasconcelos entra para o catálogo da Netflix

Adaptado para o cinema, acaba de entrar para o catálogo da Netflix. Zezé é um garoto de oito anos que, apesar de levado, tem um bom coração. Ele leva uma vida bem modesta, devido ao fato de seu pai estar desempregado há bastante tempo, e tem o costume de ter longas conversas com um pé de laranja lima que fica no quintal de sua casa. Até que, um dia, conhece Portuga, um senhor que passa a ajudá-lo e logo se torna seu melhor amigo. Autor de um dos maiores clássicos da história da literatura brasileira, Meu Pé de Laranja Lima, o escritor José Mauro de Vasconcelos completaria 102 anos no sábado, dia 26 de fevereiro. Lançada em 1968, a história do pequeno Zezé, que aprendeu a usar sua imaginação e habilidade de contar histórias para sobreviver em um ambiente violento, já ganhou o mundo. A obra, exclusiva da Melhoramentos, vendeu mais de 2 milhões de exemplares só no Brasil, onde teve 150 edições nos mais variados formatos. Fora do País, fez uma carreira formidável: foi traduzida em 15 idiomas (entre eles turco, coreano, catalão e mandarim) e publicada em 23 países. No Japão e na Coreia ganhou uma versão em forma de mangá (história em quadrinhos). A primeira vez que a obra ganhou adaptação para o cinema foi em 1970, um longa-metragem com direção de Aurélio Teixeira. Também foi parar na televisão em três novelas: uma na Rede Tupi (1970) e duas na Rede Bandeirantes (1980 e 1988). Recentemente, o filme homônimo acabou de entrar para o catálogo da Netflix. No elenco estão nomes como José de Abreu e Caco Ciocler.

São muitos motivos para relembrar este best seller da Editora Melhoramentos, que encanta, emociona e traz um pouquinho de cada um de nós.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: