Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

Período de Férias e feriados prolongados tem baixa doação de sangue

Comemorado na sexta-feira, dia 14, o Dia Mundial do Doador de Sangue conscientiza doações voluntárias para manter os estoques em todo Brasil. Apesar dos números estáveis, o Ministério da Saúde reforça que em épocas como férias, festas regionais, inverno e feriados prolongados o número de doações diminui consideravelmente.

Para o Ministro da Saúde Interino, João Gabbardo, o menor número de doações é causado pela mudança de rotina: “Nesses momentos as pessoas viajam ou aproveitam para descansar. Então é importante fazer a doação de sangue antes de viajar ou de curtir o feriado”.

No país, 16 a cada mil habitantes são doadores, o número representa 1,6% da população brasileira. O recomendado pela OMS- Organização Mundial da Saúde, é que pelos menos de 1% a 3% da população de cada país seja doadora.

O Brasil possui 32 hemocentros coordenadores e outros 2.066 serviços de hemoterapia (coleta, hemocentros regionais, hemonúcleos, unidades de coleta e transfusão, agências transfusionais) pelo SUS- Sistema Único de Saúde.

Serviço de Hematologia e Hemoterapia de São José dos Campos- Responsável pelo suprimento de sangue de 37 hospitais e clínicas nas cidades de São José dos Campos, Jacareí, Caçapava, Taubaté, Pindamonhangaba, Tremembé, Paraibuna e Caraguatatuba, o SHH- Serviço de Hematologia e Hemoterapia de São José dos Campos, realiza em média três mil transfusões de sangue por mês.

Segundo o SHH, o trabalho de prevenção gerou segurança e garantia dos estoques, que estão bons, mas a campanha é de extrema importância: “Este mês é comemorado o Junho Vermelho. A campanha foi criada para despertar a população para a importância de doar sangue, principalmente no período do inverno”, afirmam.

Quem Pode Doar?- Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, aos 16 com autorização dos pais e aos 69, se tiver feito alguma doação antes dos 60 anos. Homens devem pesar mais de 50 kg e mulheres mais de 55 kg, é importante também estar bem alimentado, não ingerir alimentos gordurosos antes da doação, ter dormido pelo menos 6 horas e estar com um bom estado de saúde no geral.

Não podem doar sangue pessoas que tiveram quadro de hepatite depois dos 11 anos de idade, usem drogas ilícitas injetáveis ou tenham as seguintes doenças: Hepatite B e C, Aids, doença de chagas e associadas aos vírus HTLV 1 e 2.

Existem também situações temporárias que impedem a doação de sangue como: gripe, resfriado, febre, gravidez, período de amamentação, período pós- gravidez (até 180 dias), vacina de febre amarela ou sarampo.

A frequência máxima de doações por ano é de 4 para o homens e de 3 para a mulheres. O intervalo mínimo deve ser de 2 meses para os homens e de 3 meses para as mulheres

Processo de doação de sangue- De inicio é preciso fazer a Pré-triagem e a triagem, procedimentos que verificam peso, altura, temperatura e pressão arterial. Em seguida é realizado o voto de autoexclusão, quando o paciente responde se seu sangue é seguro para transfusão, e por fim o processo de coleta, que dura no máximo 15 minutos e coleta até 460 ml de sangue.

É importante ressaltar que cada doação pode salvar a vida de até quatro pessoas.

As doações podem ser realizadas de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h30 no Serviço de Hematologia e Hemoterapia de São José dos Campos, que fica na Rua Antonio Saes, 425 – Centro de São José. O local oferece estacionamento gratuito ao lado do Banco de Sangue.

O agendamento é feito pelo telefone (12) 3519-3766.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: