Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

Jacareí chega ao 7º óbito confirmado por COVID-19

A quinta-feira encerrou contabilizando o 7º óbito por Coronavírus (COVID-19), em Jacareí. Trata-se de uma idosa de 89 anos, que faleceu no dia 8 de maio em hospital público. Ela tinha diabetes, doença cardíaca crônica e doença neurológica crônica. Os outros seis casos de óbitos foram confirmados no dia 3 abril, no dia 22 de abril, dois no dia 24 abril, um caso no dia 4 de maio e mais um no dia 12 de maio.

Em 24 horas houve aumento de 84 para 88 casos confirmados da doença. São 49 mulheres e 39 homens. Oito deles estão internados (três em hospital público e cinco em hospital privado). Até aqui, sete faleceram e 32 se recuperaram da doença (veja os detalhes destes números a seguir). Os outros 41 estão em isolamento domiciliar.

A faixa etária que predomina nos dados dos casos confirmados é a acima dos 45 anos, com 40 casos (45%), seguida da faixa entre 30 e 45 anos, com 33 casos (38%). Depois estão os jovens entre 15 e 30 anos, com 15 casos (17%). Quanto aos menores de 15 anos, não tem nenhum caso confirmado (0%).

O número de casos descartados chega a 293.

Das 88 confirmações, 32 pessoas que testaram positivo para a COVID-19 se recuperaram. Estas pessoas passaram pelo período de 14 dias e, tendo sido hospitalizadas ou não, estão em casa (seja porque não chegaram a ser internadas, seja porque tiveram alta). Há 132 casos suspeitos que aguardam confirmação. Há, também, quatro casos de óbitos suspeitos da doença. Todos estes casos aguardam resultado dos exames já realizados.

A taxa de aumento no número de casos confirmado em Jacareí alcançou um novo patamar. No intervalo de 24 horas, do dia 11 (segunda-feira) para o dia 12, foram registrados oficialmente 10 novos casos de COVID-19 em Jacareí. A mesma taxa de crescimento foi registrada também do dia 12 para o dia 14 (quinta-feira). A curva de crescimento de casos não apresenta relaxamento, pelo contrário, aponta tendência de crescimento agudo. Ainda assim, para parte da população jacareiense, parece que o tempo de isolamento já está suficiente. Ficamos em casa por 40 dias e achamos que agora é hora de atividades voltarem ao normal. Não. É hora de endurecer as medidas de isolamento social, ainda que as ações das autoridades locais estejam demonstrando eficiência na adaptação à pandemia do novo Coronavírus. É o caso da estruturação do atendimento em hospitais, bem como a promoção de uma cultura de isolamento (como no caso da obrigatoriedade do uso de máscaras em estabelecimentos). No entanto, de acordo com autoridades sanitárias do mundo
inteiro, em especial as que estão à frente do combate mundial à doença, o método mais eficiente para a redução no número de casos é o isolamento social drástico. É ficar em casa. Quanto mais tempo atrasarmos o achatamento da curva de novos casos, mais tempo levaremos para poder retornar a um novo “estado de normalidade”.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: