Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

Câmara aprova nome da vereadora Marielle Franco em praça de Jacarei

A Câmara Municipal de Jacareí aprovou, na quarta-feira (1º), projetos de lei, da proposta do prefeito Izaias Santana para a denominação de três praças públicas localizadas no Jardim do Marquês, região leste do Município.

Incluído de forma extraordinária na Ordem do Dia, o projeto, que homenageou a ex-vereadora da capital fluminense, Marielle Franco, o mestre jacareiense de judô, Paulo Graça, e o advogado autodidata, Luiz Gonzaga Pinto da Gama, foi aprovado pela maioria – nove votos a três – do plenário sob o debate de parlamentares e público presente.

Votaram contrários à proposta os vereadores Dr. Rodrigo Salomon (PSDB), Rogério Timóteo e Hernani Barreto (ambos Republicanos).

Os vereadores que votaram favoráveis ao projeto foram: Abner de Madureira (PSDB), Dudi (PL), Edgard Sasaki (DEM), Luís Flávio (PT), Maria Amélia (PSDB), Paulinho do Esporte (PSD), Roninha (PODEMOS), Sônia Patas da Amizade (PL) e Valmir do Parque Meia Lua (DEM). O presidente da Casa, vereador Paulinho dos Condutores (PL), somente votaria em caso de empate, mas se manifestou favorável à proposta.

Tentativa – Após a apresentação do projeto, os vereadores Dr. Rodrigo Salomon, Hernani Barreto e Rogério Timóteo e Roninha (Podemos) apresentaram uma emenda para supressão do artigo 1º, que denominava a área pública localizada na Avenida Condessa da Pedra Branca de Praça Marielle Franco.

Os autores da emenda justificaram que o local já havia sido denominado (Praça do Corretor de Seguros) por meio da Lei nº 5.149, de 14 de fevereiro de 2008, descumprindo, assim, o disposto no artigo 5º da Lei Municipal 5.784, de 03 de setembro de 2013 que registra que “a alteração de denominação de vias e logradouros deverá contar com a anuência de, no mínimo, dois terços dos proprietários dos imóveis”.

De acordo com os três vereadores, foi “um desrespeito com a Casa Legislativa” trazer somente um projeto contendo três denominações de praças. Os parlamentares defendiam que o correto seria um projeto para cada tema, possibilitando a todos votarem individualmente nas personalidades homenageadas.

Apresentada para votação pelo presidente da Câmara, vereador Paulinho dos Condutores (PL), a emenda foi rejeitada por sete votos a cinco. Após a rejeição, os vereadores Dr. Rodrigo Salomon e Hernani Barreto pediram o adiamento da votação por uma e duas sessões, respectivamente, mas o plenário recusou os pedidos por dez votos favoráveis e três contrários.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: