Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

Caderneta da Criança é ferramenta importante para acompanhamento integral da saúde infantil

A Caderneta da Criança, documento, que trazia informações e orientações apenas sobre a saúde das crianças, foi reformulada e hoje abraça uma série de pontos fundamentais do desenvolvimento das crianças, desde o nascimento até os 10 anos de vida. A caderneta é gratuita e um direito de todos os nascidos no Brasil – mesmo os estrangeiros.

O documento traz orientações sobre cuidados com a criança para que ela cresça e se desenvolva de forma saudável; direitos e deveres das crianças e dos pais; aleitamento materno; alimentação complementar saudável; vacinas; saúde bucal; marcos do desenvolvimento; consumo; e ainda informa sobre o acesso aos equipamentos e programas sociais e de educação.

Nas páginas, devem ficar registradas todas as informações sobre o atendimento à criança nos serviços de saúde, de educação e de assistência social para o acompanhamento desde o momento do nascimento. Ao registrarem as informações na Caderneta da Criança, os profissionais compartilham esses dados com a família e facilitam a integração das ações sociais.

O documento reforça também a importância da parceria entre os pais, a comunidade e os profissionais de saúde, de educação e de assistência social para cuidar da criança, educar e promover sua saúde e seu desenvolvimento integral. “ O documento é voltado para ampliar o olhar para a criança, buscando agregar o contexto da assistência social, educação e saúde”, reforça o Secretário de Atenção Primária à Saúde, Raphael Parente.

No âmbito da assistência social, a Caderneta da Criança traz ações que podem apoiar as famílias nos cuidados, proteção e orientação aos pequenos. Dentre as orientações, pode-se destacar o auxílio ao encaminhamento a serviços como:

■ Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (grupos de convivência para várias faixas etárias); 

■ Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), com atendimento e acompanhamento por Assistentes Sociais e Psicólogos;

■ Cadastramento ou atualização do seu cadastro no Cadastro Único (CadÚnico) para os Programas Sociais; 

■ Programa Bolsa Família; 

■ Benefício de Prestação Continuada (BPC), se tiver algum membro da família com deficiência ou pessoa idosa; 

■ Benefício eventual – auxílio nas situações de emergência e calamidade pública, nascimento ou morte de algum membro da família. 

A Caderneta da Criança também contempla a vida escolar e aborda a importância do direito à educação. Os primeiros dias da criança na creche, na pré-escola ou na escola podem ser motivo de preocupação para as famílias. Em geral, os cuidadores não sabem como seu filho vai reagir ao novo ambiente. Cada criança tem um jeito próprio de vivenciar a transição da casa para a escola. Por isso, é necessário que os pais e os profissionais de saúde e de educação conversem entre si sobre como cuidar e fortalecer a criança e a família nessa passagem.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: