Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

ABRIL 2020

15 – 1887 – Três casas de Comissão de Café e consta mais uma que nos livros do procurador não encontrei porque os direitos e além dessa ainda mais um comprador de café que é o senhor Benedicto Ribeiro.

16 – 1875 – A Comissão de Contas apresentou as contas do Procurador do 1º e 2º trimestre.

RECEITA: ……………… 6:882$744

DESPESA ……………… 3:646$140

Saldo em cofre ……………… 3.236$604

Do Cemitério

RENDAS ……………… 938$500

Despesas ……………… 584$ 160

A Câmara aprovou.

17 – 1875 – A Câmara Municipal respondeu a circular do Exmo. Presidente da Província datada de 22 de outubro último.

19 – 1895 – Guia de Pagamento – A Sra. Ursulina Barbosa d’Almeida pagará na Tesouraria Municipal a quantia de 25$000 por aquisição da sepultura por 10 anos onde foi sepultado seu marido Francisco Leite d’Almeida, no quadro nº 7 do Cemitério desta cidade. Jacareí, 19 de abril de 1895. O administrador do mesmo Firmino Joaquim Araújo Martins.

20 – 1929 – O jornal “Correio Paulistano” desta data noticiou:  – Villa Sanatório – Em Jacareí, no alto do Carmo, 10 minutos da Estação (Férrea), a pé e com acesso fácil para automóveis, vendem-se casas novas e terrenos a dinheiro e a prestação. O lugar é ótimo para saúde. Tratar naquela cidade com Pedro Guery.

25 – 1952– Atendendo a solicitação do prefeito municipal o senhor Afonso de E. Taunay elaborou o projeto do escudo de Jacareí, que foi aprovado pela Câmara Municipal e instituído pela Lei número 299, deste ano. O chefe do Executivo mandou imprimir nos papéis oficiais da Prefeitura o escudo, que será também distribuído ao povo durante as comemorações do 300º aniversário da cidade.

30 – 1869 – Na sessão deste dia a Câmara registrou que “foi a Rua nova do Cassununga, travessa que vai do Largo da bica e não podendo alinhar por não estar roçado por onde deve passar o alinhamento. A Câmara determinou que o Fiscal mandasse roçar e então a Comissão marcaria a direção”.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: