Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

A CIDADE NO TEMPO Benedicto Sergio Lencioni JANEIRO – 2022 (ANO DA INDEPENDêNCIA)

1º/janeiro -1881– “O Fiscal informa que o terreno pedido para a Igreja de São João Baptista está devoluto e tem de frente 72,60 metros e de fundo 23,40metros. Posto a votos a Câmara concedeu o pedido sendo a frente da Capela para o lado do largo”.

2 – 1882 – Foi apresentado um requerimento de José Rodrigues Moreira, que é o seguinte. Ilmos. Srs. Presidente e Membros da Câmara Municipal. Diz José Rodrigues Moreira, no bairro do Parateí, distante desta cidade légua e meia, na beira da estrada geral desta cidade de mesmo de légua de uma morada, em cujo lugar tem o suplicante situado uma casa de negócio de aguardente e gêneros, para o que pagou licença a esta Câmara e à Coletoria, a qual deve vencer-se em julho do corrente ano. Acontece, porém, que agora o suplicante sabedor que está em execução a Lei Provincial que criou o imposto de três contos de reis sobre negócios da roça, por esse motivo o suplicante a bem de seu direito precisa que V.Sas. atestem o seguinte: Se o suplicante pagou os respectivos direitos de sua casa de negócio. Nestes termos o suplicante pede a VVSS. Deferimento. E. R. Mercês. José Rodrigues Moreira.

Depois de discutido a Câmara atesta o seguinte. Quanto ao 1º o suplicante mora distante desta cidade uma e meia légua na estrada que segue para a Vila de Patrocínio e tem fazendeiros de café pertos e engenhos de aguardentes, inclusive o suplicante. Quanto ao segundo o suplicante pagou os direitos de sua casa de negócio a esta Câmara para o ano de 1881 a 30 de junho de 1882.

3 – 1882 – Pelo vereador Silva Ramos foi proposto que havia necessidade de se fazer um curral do Conselho e indicou o lugar perto do Mercado, lhe parecendo mais apropriado. Em seguida o presidente encarregou a Comissão para examinar esse lugar, ou outro, em dando as dimensões do tamanho, para ser discutido na sessão seguinte.

4 – 1882 – Foi apresentada uma petição de Mariano Barretto de Sousa, no teor seguinte. Ilmos. Senhores Presidente e Vereadores da Câmara Municipal de Jacarehy.

Diz Mariano Barretto de Souza que existindo no final da Rua das Pitas, desta cidade, um terreno devoluto com as dimensões de 42 metros e trinta e cinco centímetros de frente, que tem seu princípio no beco que fronteia a casa do falecido Manoel Joaquim de Santanna Patrício e limita com as taipas do prédio em construção e terrenos cedidos a Caetano de Sousa Peixoto, quer o suplicante tomar de aforamento perpétuo e na conformidade das posturas vigentes essa porção de terreno para nele edificar.Nesse pressuposto vem requerer a V.Sas. a concessão do terreno _________ certificando-se V.Sas. de sua existência por vistoria e informação do respectivo Fiscal, sendo o pedido com os fundos correspondentes a terminar na estrada que acima do morro fronteia os próprios herdeiros do falecido Francisco Ferreira Braga e vai sair na Capela do Carmo. P. a V. Sas deferimento. Arrogo do suplicante Mariano Barretto de Sousa,  Francisco Pinto de Magalhães. Depois de discutido foi para o Fiscal informar.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: