Acompanhe aqui os números da COVID-19 em Jacareí

2022 é logo ali, a colheita também, cambada

*Por Esther Rosado

Essa CPI da Covid está me matando aos poucos. De vergonha.

Gente mentindo, gente querendo prender, gente maluca querendo fazer e acontecer, o senador filho do despresidente chamando o relator da tal comissão, Renan Calheiros, de vagabundo ; o Calheiros xingando o senador de desonesto e etc. Fico pasma com o depoimento do senhor Fábio Wajngarten, ex-secretário-executivo do Ministério das Comunicações , mas entendo que estava ali, constrangido pela presença do filho do presidente, deu um depoimento execrável, contrariando o que declarara à Revista Veja.
Arrá, então quer dizer que o Ministério da Saúde, sob o descomando do do general Pazzuello (dobrei os z e l porque não sei nunca o que é o quê…) ninguém nem deu resposta à Pfizer quando do oferecimento de compra das vacinas que teriam salvados desde o Paulo Gustavo até um amigo meu que agonizou por dias ,entubado?

Mas, minha gente, o que mais me deprime mesmo é que o presidente da gripezinha se recusa a vacinar-se e se reúne com evangélicos que não usavam máscaras como ele. Eu conheço evangélicos e trabalho com muitos deles e tenho certeza de que estariam usando máscaras sim. O que aconteceu, impôs isso também?

Leio o artigo do ex ministro Delfim Netto na Folha; apesar de , politicamente estarmos de em lados opostos na política , eu o admiro, é um homem inteligentíssimo, culto: “O início dos trabalhos da CPI da Covid veio ressaltar, caso ainda houvesse alguma dúvida, a característica mais marcante do governo Bolsonaro: a completa incapacidade de se organizar politicamente para implementar qualquer estratégia.” Tristes tempos. Há pouco, a gente via aqueles descalabros do Maduro, na Venezuela, e imaginava: isso nunca acontecerá no Brasil.

Aconteceu. Esquerda e direita são as mesmas coisas quando chegam ao poder na latinoamerica, latim em pó, etc: em outras palavras, o povo é que se dane.

Essa CPI, se for séria, vai revelar o caos, o trágico dos privilégios, a vida dos outros nada importa. Quando se está no poder, desconsidera-se o cidadão como prioridade. O xadrez para derrubar as almas é o que mais importa.
Mas, por lei e força do Universo que abre portas e mostra a verdade, a ignorância e o mau-caratismo, tudo se revelará cedo ou tarde.

O Universo procura o equilíbrio, a amorosidade e o planeta vai evoluir, apesar dos pesares.

No Brasil, as vacinas chegarão, apesar das provocações que o despresidente à China. Esse pai e esses filhos sabem como nunca provocar incidentes diplomáticos.

Possivelmente venderão os direitos autorais em cursos remelentos : homofobia, atraso em decisões especialmente importantes para vacinar este povo. Não, não falarei em falcatruas, Copenhagen da vida, vereador carioca sentado em meio aos ministros a reuniões… pra quê se todo mundo sabe?

Eu continuo a acreditar no Universo, mecânica que gere sabiamente todas as coisas. Ele dá, mas retira e cobra.

Às vezes, quando o sujeito merece, Ele, o Universo, estende a mão e transforma em bofetada. Bem dada.

E o ouvido fica zunindo por tempos . 2022 é logo ali.

A colheita também.

Deixe uma resposta

Top
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: